domingo, 14 de setembro de 2014

14/09/2014 1ª Ed - Mistérios de Marina: cada dia uma surpresa

RodapéNews - 1ª Edição - 14 de setembro de 2014 (clique aqui ou veja nos links abaixo)

MISTÉRIOS DE MARINA: CADA DIA UMA SURPRESA

POR SER UM BILHETE PREMIADO, DEFENSORES DO ESTADO MÍNIMO E MULTINACIONAIS DO CARTEL PETROLÍFERO INTERNACIONAL COBIÇAM E ALMEJAM CONTROLAR O PRÉ-SAL

"A partir do pré-sal se criou o Fundo Social Soberano, que nada mais do que uma poupança desse dinheiro que passa a ser investido em áreas sociais do país, como saúde e educação. O Fundo Social Soberano já tem mais de R$ 1 bilhão, proveniente do pré-sal", afirma, na excelente entrevista concedida à jornalista Conceição Lemes, o sindicalista João Antonio de Moraes, diretor da Federação Única dos Petroleiros (FUP).

ALÉM DA CAMPANHA CONTRA A ENTREGA DO  PRÉ-SAL, LUTA TAMBÉM PELO CONTROLE SOCIAL DA PETROBRÁS E TRANSPARÊNCIA ATIVA NA EMPRESA
Viomundo
Petroleiros: Campanha contra Petrobras é para entregar o pré-sal para Shell, Esso, Texaco, ... - por Conceição Lemes
A Federação Única dos Petroleiros (FUP), três centrais sindicais (CUT, CTB e UGT) e cerca de vinte movimentos sociais (MST, UNE, UNE, UBES, UEE, FETEERJ, UEE, MAB, CNM, FAMERJ, FAFERJ, entre outros) realizam nesta segunda-feira 15, no Rio de Janeiro, um ato em defesa do pré-sal e da Petrobras. Será às 10h, na Cinelândia.
“O massacre que a Petrobras vem sofrendo nos últimos tempos não tem o objetivo de corrigir coisas possam estar erradas”, denuncia João Antonio de Moraes, diretor da FUP. “Os propósitos são outros. A disputa político-eleitoral e, principalmente, o gigantesco interesse econômico em torno do pré-sal”.
“Há um movimento orquestrado por interesses privados nacionais e internacionais contra a Petrobras”, diz Moraes. “O raciocínio deles: desmoraliza-se a empresa, para aí dizer que ela não pode explorar o pré-sal e tem de se chamar Shell, Esso, Texaco… Isto é,  entregar para petroleiras estrangeiras o nosso passaporte para o futuro.”
Dos 2 milhões de barris de petróleo que o Brasil consome por dia e a Petrobras produz, 500 mil barris provêm do pré-sal. Ou seja, o petróleo do  pré-sal já corresponde a 25 % do que é produzido e consumido  no País.
Curiosamente, Marina Silva, candidata do PSB à Presidência da República, dedica uma única linha (está abaixo) ao pré-sal nas 240 páginas do seu programa de governo.
“Se não se priorizar o pré-sal, vamos importar petróleo e pode faltar energia”, adverte Moraes.

EM DEFESA DA PETROBRÁS, DO PRÉ-SAL E DO BRASIL - ATO NESTA 2ª, 15/09, ÀS 10h, NA CINELÂNDIA, RIO DE JANEIRO
FUP
É nesta segunda! Grande ato público na Cinelândia, em defesa do pré-sal, da Petrobrás e do Brasil!
Todas as vezes em que a soberania nacional foi atacada, os petroleiros responderam à altura, com mobilizações e greves históricas. E novamente, a conjuntura política chama à luta a categoria.
Os petroleiros, assim como toda a classe trabalhadora organizada, estão preocupados com os ataques contra a Petrobrás e o pré-sal, cujas motivações eleitoreiras colocam em risco um setor que tem sido estratégico para o projeto de desenvolvimento em curso no país. Só o pré-sal e a Petrobrás são hoje responsáveis por 13% do PIB brasileiro, impulsionando diversos setores da economia.
O ato em defesa do pré-sal, da Petrobrás e do Brasil terá início às 10 horas, na Cinelândia, de onde os trabalhadores sairão em passeata até o edifício sede da Petrobrás, na Avenida Chile, para um abraço simbólico à estatal.
Caravanas organizadas pelos sindicatos sairão do interior do Rio e de outros estados do país, como São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina, e chegarão no início da manhã de segunda-feira, com cerca de cinco mil trabalhadores.  A estimativa da FUP é de que o ato atraia a participação de mais de dez mil pessoas

Brasil de Fato
Pré-sal é um tesouro que pode virar pó!

"ECONOMIA VERDE" OU "SUSTENTABILIDADE" NO BRASIL

PARA SERINGUEIRO, LEI FEDERAL Nº 11.284, DE 2006, ASSINADA POR MARINA SILVA NO GOVERNO LULA, É UM HERANÇA MALDITA
Viomundo - 13/09/214
Osmarino Amâncio: Seringueiro diz que madeireiras concentram lucro e que Marina privatizou florestas públicas por 70 anos
Osmarino Amâncio não é tão conhecido quanto Chico Mendes. Mas, se há alguém que manteve seu contato com a floresta desde o assassinato do companheiro de lutas, em dezembro de 1988, em Xapuri, no Acre, foi ele. Ainda hoje Osmarino ocupa uma casa de madeira, coberta com palha, no interior de uma reserva extrativista criada como resultado da luta travada por toda uma geração de acreanos. A casa não tem energia elétrica, nem água corrente. O celular não pega. É num lugar de difícil acesso, na região de Brasileia.
Osmarino ganhou uma certa visibilidade recentemente. Estávamos jantando em um restaurante, na cidade, quando a imagem dele apareceu na propaganda eleitoral do PSTU, o Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado, em apoio a Zé Maria, candidato do partido ao Planalto. O seringueiro do século 21 viaja constantemente para participar de debates e palestras sobre a Amazônia, dentro e fora do Brasil.
Osmarino diz que a Lei 11.284, de gestão das florestas, assinado quando Marina Silva ocupava o Ministério do Meio Ambiente, é uma herança maldita. A lei regulamentou o manejo, supostamente sustentável, de milhões de hectares de terras públicas.
Quase dez anos depois, quais são as consequências? Segundo Osmarino, as madeireiras se fortaleceram na região e aumentaram sua participação no financiamento de campanhas políticas. Algumas lidam tanto com madeira extraída legalmente quanto ilegalmente. Ele aponta para um gigantesco toari e diz que aquela árvore, que pode render ao ocupante da terra 60 reais por metro cúbico, rende no mercado 4 mil reais às madeireiras, em tábuas. Boa parte é exportada para se transformar em móveis ou peças de madeira para construção, que valem uma fortuna, especialmente na Europa.
“Não deixa lucro para o seringueiro, não gera imposto no Brasil. É preciso agregar valor”, afirma Osmarino. Ele está se organizando com sindicalistas da região para combater a prática do manejo que, segundo ele, é rentável para as madeireiras e para as ONGs, que fazem o papel de intermediárias

O QUE HÁ POR TRÁS DA "ECONOMIA VERDE" OU "SUSTENTABILIDADE"
Blog do Leonardo Boff
Economia verde versus Economia solidária

CAP
Marxismo e ecologia: uma crítica à economia verde
Este artigo procura contribuir com a discussão acerca do desenvolvimento  sustentável, que enfoca fortemente a necessidade das gerações presentes protegerem os 
ecossistemas em nome da continuidade da vida humana na Terra. 
Contudo, dentro desta temática, não se pode excluir os conflitos de interesses e as relações de poder. A presença de classes dentro da sociedade que compartilham de uma ideologia imediatista, utilitarista e que se beneficiam da mercantilização da natureza, por possuírem instrumentos de poder, elas procuram legitimizar suas ações a partir da adaptação de seus discursos para o debate  ecológico, tentando disfarçar seus reais interesses.
A discussão sobre economia verde é uma discussão válida à medida que procura estabelecer um compromisso com paradigmas de organização social e, por conseguinte, 
econômicas atreladas à preservação da natureza e a valorização do ser humano. 
O problema consiste quando se utiliza de tal discurso para se produzir ações contrárias, que valorizam o capital e estão comprometidas apenas com o curto prazo, não questionando a lógica de crescimento econômico ad infinitum em um planeta finito. 
As críticas marxistas ao capitalismo, desta forma, se torna um instrumental basco para a construção de uma ideologia  ecológica

LEITORES DA FOLHA OPINAM SOBRE MISTÉRIOS, TORNADOS PÚBLICOS, DE MARINA SILVA

PARA MAIORIA DE LEITORES, CONTRADIÇÕES INVIABILIZAM SUA ELEIÇÃO
Folha
'As contradições de Marina Silva inviabilizam sua eleição', opina leitor







13/09/14 Empresas envolvidas no propinoduto tucano de SP financiam Alckmin

RodapeNews - Edição de 13 de setembro de 2014 (clique aqui ou veja nos links abaixo)

PELO FIM DA "CORRUPÇÃO LEGALIZADA" QUE É O FINANCIAMENTO PRIVADO DAS CAMPANHAS ELEITORAIS

EMPRESAS INVESTIGADAS PELA POLÍCIA FEDERAL, QUE INTEGRAM  O CARTEL DE CORRUPÇÃO DE TRENS DO METRÔ E CPTM, FINANCIAM LEGALMENTE CAMPANHA DE ALCKMIN, NÃO COMPUTADO EVENTUAL DINHEIRO ORIGINÁRIO DO CAIXA DOIS
GGN
Campanha de Alckmin tem 70% de doação de empresas do cartel do metrô
Duas das empresas doadoras já são rés em processos na Justiça: a construtora Queiroz Galvão e a CR Almeida S/A Engenharia de Obras, que doaram respectivamente R$ 2 milhões e R$ 1 milhão ao comitê financeiro estadual para governador do PSDB. A Serveng Civilsan S/A Empresas Associadas de Engenharia, que é investigada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), colaborou com R$ 1 milhão

DA SÉRIE, "FALSOS ESCÂNDALOS DA REVISTA VEJA"

COMISSÃO DO SENADO CONCLUI QUE NÃO HOUVE VAZAMENTO DE INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA NA CPI DA PETROBRÁS
[Vítimas de mais uma falsa denúncia de Veja processarão a revista pelos prejuízos morais causados?]

Viomundo - 13/09/2014
Senado conclui que Veja fraudou de novo o jornalismo
A comissão de sindicância instaurada no Senado para apurar denúncias de conduta inadequada de servidores no âmbito da CPI da Petrobras concluiu pelo arquivamento do processo. Os membros da comissão entenderam que “não houve qualquer indício de vazamento de informações privilegiadas, de documentos internos da CPI ou de minutas de questionamentos que seriam formulados aos depoentes”.
A sindicância foi pedida pelo presidente da CPI, Vital do Rêgo (PMDB-PB), e determinada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, depois que a revista Veja sugeriu a existência de um esquema de combinação prévia de perguntas com pessoas chamadas a depor à comissão

Lembrando resposta da Petrobrás feita há mais de um mês:

Escrevinhador - 05/08/2014
Petrobras à Veja: Perguntas centrais estavam no site do Senado
Sobre a matéria intitulada “A Grande Farsa”, publicada pela revista Veja, esta semana, a Petrobras esclarece que tomou conhecimento das perguntas centrais que norteiam os trabalhos das CPI e CPMI da Petrobras, através do site do Senado Federal, nos dias 14 de maio e 02 de junho, respectivamente, onde foram publicados os planos de trabalho das referidas comissões. Nestes, além das perguntas centrais, constam também os nomes de possíveis convocados, e a relação dos documentos que servem de base para as investigações

MARINA SE AUTODESTRÓI POR SUAS CONTRADIÇÕES

DILMA REPRESENTA O PORTO SEGURO E MARINA, A INCONSISTÊNCIA, SEGUNDO ANALISTAS DO ESTADÃO
Estadão
Por que Dilma se levanta - por Claudio Couto
Os recuos no plano de governo e as ambivalências das políticas de Marina brecaram sua ascensão. Mais do que apenas entender com clareza o significado de cada opção de política pública, o eleitorado busca algumas certezas quanto aos rumos a serem seguidos. Na falta delas, desconfia e procura um porto mais seguro - como o governo do dia.
Esse porto poderia ser também o da oposição estabelecida. Mas Da forma como se deu, a entrada de Marina na campanha desorganizou as referências eleitorais estabelecidas até então, imolando o PSDB. Mesmo que fosse outro o candidato tucano, dificilmente teria destino melhor. Caso Marina se mostre mesmo inconsistente, pode propiciar a Dilma uma disputa mais fácil do que a que ela teria com um oponente mais sólido. E isso, depois de tê-lo volatizado

Estadão
Melhor avaliação de Dilma, confronto e religião explicam alta de Dilma - por José Roberto de Toledo
Três fatores contribuem para equilibrar o cenário eleitoral no segundo turno: a propaganda positiva na TV que aumenta a popularidade do governo e dá coesão à base de apoio do PT, a propaganda negativa que rebaixa o teto da oposição, e uma cisão religiosa que distancia eleitores católicos de evangélicos.
A conta é simples: a intenção de voto em Dilma Rousseff (PT) cresce quando a avaliação de seu governo melhora. Na série histórica do Ibope, a taxa de ótimo+bom de Dilma saiu de 31% no fim de julho para 32% no começo de agosto, foi a 34% no fim daquele mês, chegou a 36% na semana passada e, agora, bateu em 38%.

PT PROCESSA MARINA POR DECLARAÇÕES INFELIZES
O Dia
PT processa Marina Silva por ‘ferir a honra’ do partido
Legenda alega que candidata do PSB extrapolou o direito de crítica ao falar de ex-diretor

USO DE JATO FANTASMA, POR EDUARDO E MARINA, ESTÁ EM DESACORDO COM LEGISLAÇÃO ELEITORAL
Tijolaço
PT vai ao TSE por jato-fantasma. Se o Brasil tivesse imprensa, nem era preciso
Não se sabe como um avião de R$ 20 milhões pode ser enquadrado no limite de R$ 50 mil fixado pelo artigo 23, Parágrafo 7, da Lei 12.034/09. Nem como pessoas que não detinham a propriedade do avião poderiam cede-lo à dupla de  candidatos

JORNALISTA DO GLOBO NÃO PERDOA DESCONHECIMENTO DA LEGISLAÇÃO ELEITORAL E DE EMPREENDIMENTO NOCIVO AO MEIO AMBIENTE  POR EDUARDO E MARINA 
Br247
Merval: “Não há desculpas" para contradições de Marina Silva
Colunista do Globo afirma que candidata do PSB tinha "obrigação de se informar" sobre detalhes como doação de campanha "fora da legislação" e uso de um "empreendimento que considera nocivo ao meio ambiente", uma vez que ela foi contra a importação de pneus quando ministra; segundo ele, "a 'nova política' que ela e Eduardo Campos pregavam era transportada para cima e para baixo por um jatinho todo irregular"

QUEM PAGA OS PREJUÍZOS PROVOCADOS PELA QUEDA DO JATO FANTASMA? 
G1
Um mês após queda de avião, moradores ainda calculam prejuízos
Moradores tentam retomar rotina, mas alguns precisam até de remédio.
Vítimas aguardam indenização dos responsáveis pelo jato de Campos

NA PRÁTICA, DEMANDAS DOS JOVENS NÃO TÊM CONDIÇÕES DE SER ATENDIDAS POR MARINA NOS PRIMEIROS ANOS DE SEU GOVERNO
Viomundo - 13/09/2014
A política de Marina para os jovens - por Paulo Copacabana (sem parentesco com Saul Leblon, de Carta Maior)
Vamos nos concentrar no tema das propostas econômicas porque estas questões realmente podem afetar as perspectivas de vida dos jovens para os próximos anos, ainda mais quando Marina propõe alterações importantes que não dependem do Congresso Nacional.
Para quem não tem conhecimentos de economia, antes de analisarmos as propostas de Marina, temos que destacar como o governo pode atuar na economia. Em resumo, qualquer governo possui duas armas para modificar a situação da economia de um país: a política fiscal e a política monetária.
A política fiscal representa como e quanto o governo vai cobrar de impostos da sociedade e como vai gastar os recursos, através de políticas para a saúde, educação, segurança, cultura, esporte, investimentos em infraestrutura, entre outras coisas.
A política monetária representa qual a quantidade de moeda que o governo vai deixar circular, qual o volume de crédito que ele vai liberar (através de bancos públicos ou privados) e qual a taxa de juros básica da economia (ou o preço do dinheiro emprestado).
Na prática, se os jovens demandam por mais educação, saúde, transporte público, segurança, cultura e outras coisas importantes, nada disso poderá ser atendido por Marina nos primeiros anos. Em outras palavras, suas propostas nas outras 240 páginas do programa de governo não poderão ser atendidas durante seu mandato

MARINA CHORA E SE DIZ AGORA INJUSTIÇADA PELOS "ATAQUES" DO PT
Folha
Marina se compara a Lula e chora ao falar de ex-presidente
Alvo de uma série de ataques desde que entrou na corrida pelo Planalto e virou uma ameaça para a presidente Dilma Rousseff (PT), a ex-senadora Marina Silva (PSB) fez um desabafo e chorou ao ser questionada pela Folha sobre as críticas que recebeu do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de quem foi aliada por 24 anos.
Marina, que frequentemente se declara "injustiçada" pelos ataques do PT, lembrou do que aconteceu com Lula nas eleições de 1989, quando ele disputou a Presidência da República e perdeu para Fernando Collor.

CHORORÔ INFUNDADO PARA LULA
Vermelho
Lula diz que Marina Silva não precisa de inverdades para chorar
O ex-presidente Lula rejeitou as lágrimas que a candidata Marina Silva, do PSB, verteu ao falar dele, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. "Se ela quer chorar, que chore por outras coisas, não por mim", reagiu Lula, ao ser abordado sobre a atitude da ex-ministra. Ela disse ter aprendido com o ex-presidente que "a esperança vence o medo", mas que não pode "controlar o que Lula pode fazer contra mim". Neste momento, lacrimejou

MAIS CONTRADIÇÕES DE MARINA 
MM
Marina Silva se contradiz sobre os transgênicos
A candidata Marina Silva está se contradizendo cada vez mais. Durante entrevista ao Jornal Nacional, a candidata do PSB afirmou categoricamente que "há uma lenda de que sou contra os transgênicos, mas isso não é verdade".
Ué, Marina, como assim? Durante seu mandato como senadora, apresentou dois projetos no Congresso que dizem o contrário. O primeiro pede a moratória do plantio, venda e consumo de transgênicos no país (link is external). O segundo pede a proibição de transgênicos no país (link is external). Isso também é lenda? Não há problemas em mudar de opinião. Compreendemos que isso faz parte do amadurecimento político. O problema é, em rede nacional, mentir sobre o tema, dizer que o seu posicionamento anterior "é lenda"

TN
“Contradições da Marina começam a ficar mais fortes
Para Gilberto de Carvalho, apesar do grande lucro do empresariado, quem mais ganha nos governos do PT é o povo de baixa renda

RF
As contradições de Marina chegam ao pré-sal

"GUERRA DAS ESTRELAS" ACONTECE NO RIO EM SP NA PRÓXIMA SEMANA
Folha - Coluna da Mônica Bergamo
Dilma e Marina convocam artistas para "guerra das estrelas"
As campanhas de Dilma Rousseff e de Marina Silva vão travar uma "guerra das estrelas" na segunda-feira.
Há alguns dias, a equipe da petista começou a preparar um encontro no Teatro Casa Grande, no Rio de Janeiro, para reunir artistas e intelectuais que apoiam a reeleição.
Os convites estão sendo feitos pelo sociólogo Emir Sader. Entre os que foram chamados para o evento estão o teólogo Leonardo Boff, a economista Maria da Conceicao Tavares, a filósofa Marilena Chaui, as cantoras Beth Carvalho e Alcione, o compositor Noca da Portela, Vera Niemeyer, viúva do arquiteto Oscar Niemeyer, e o produtor Luiz Carlos Barreto.
As campanhas de Dilma Rousseff e de Marina Silva vão travar uma "guerra das estrelas" na segunda-feira.
Há alguns dias, a equipe da petista começou a preparar um encontro no Teatro Casa Grande, no Rio de Janeiro, para reunir artistas e intelectuais que apoiam a reeleição.
Os convites estão sendo feitos pelo sociólogo Emir Sader. Entre os que foram chamados para o evento estão o teólogo Leonardo Boff, a economista Maria da Conceicao Tavares, a filósofa Marilena Chaui, as cantoras Beth Carvalho e Alcione, o compositor Noca da Portela, Vera Niemeyer, viúva do arquiteto Oscar Niemeyer, e o produtor Luiz Carlos Barreto.

REFORMA POLÍTICA PARA MUDAR A CULTURA POLÍTICA E AMPLIAR OS PROCESSOS DEMOCRÁTICOS

NOVAS ESTRATÉGIAS NA LUTA PELA REFORMA POLÍTICA
RP
Construção de novas estratégias para a reforma política passa por cinco grandes questões:
  1. Como criar mecanismos de participação e controle social na política econômica, integrando-a com as outras políticas?
  2. Como pautar o debate da participação e do controle social no processo de discussão da reforma política?
  3. Como romper a fragmentação da atual “arquitetura da participação”, respeitando as nossas identidades? Como assegurar que os canais de participação dialoguem com o conjunto da sociedade? Pensar o papel e estratégias em relação à mídia.
  4. Como desenvolver novas formas de participação e do controle social sobre o Legislativo e o Judiciário? Como fazer com que o Legislativo, o Ministério Público (MP) e o Judiciário cumpram o seu papel de fortalecimento da participação e do controle social?
  5. Como incorporar o  debate da democratização da informação e da comunicação?

GRANDE MÍDIA, COM MEDO DA MOBILIZAÇÃO POPULAR, FICOU CALADA A RESPEITO DO PLEBISCITO DA REFORMA POLÍTICA?
PP
O silêncio da mídia sobre o Plebiscito da Reforma Política - por Wadih Damous
A grande imprensa tratou de erguer uma cortina de silêncio em torno do plebiscito popular da reforma política, o que é compreensível. Ela vê com desconfiança qualquer mobilização popular
ou

REFORMA POLÍTICA PODE ACABAR COM O TOMA LÁ, DÁ CÁ DAS REGRAS ATUAIS
Estado de Minas / Agência Estado
"Sem o PMDB não se governa", afirma Temer
 vice-presidente Michel Temer (PMDB), candidato à reeleição na chapa da presidente Dilma Rousseff (PT), disse nesta sexta-feira (12) que "a primeira ideia" da legenda seria ir para a oposição em caso de derrota nas eleições de outubro. O peemedebista, que reassumiu neste ano a presidência da sigla, lembrou que o PMDB é "o partido da governabilidade". "Não se governa sem o PMDB", afirmou Temer

NO VÁCUO DE ELEITORES QUE ABANDONAM MARINA SILVA
Folha - Painel - 13/09/2014
Campanha petista fixou como meta ter mais 2,5 milhões de votos em SP
Ofensiva paulista Para reverter a vantagem numérica de Marina Silva (PSB) nas simulações de segundo turno, a campanha de Dilma Rousseff (PT) fixou como meta ganhar 2,5 milhões de votos em São Paulo até o fim da eleição. Os petistas calculam precisar de ao menos 40% dos eleitores no Estado. Se a votação fosse hoje, Dilma perderia no front paulista por 57% a 32%, segundo o Datafolha. O PT busca uma diferença mais apertada, que possa ser compensada com vitórias em Minas Gerais e no Nordeste
Gol da Alemanha De um otimista do comitê tucano, sobre a situação de Aécio nas pesquisas a três semanas do primeiro turno: “Estamos perdendo de 3 a 0, mas ainda não é um 7 a 1…”
Área próxima Aliado de Dilma, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), almoçou anteontem com Ricardo Young (PPS). O vereador é um dos políticos mais próximos de Marina.
Sem gasolina Young sugeriu a Haddad fechar a avenida Paulista para os automóveis. “Ele achou a ideia boa. Reagiu com entusiasmo”, conta o vereador, que sonha com um “boulevard”.
Leia estas e outras notas no Painel deste sábado

EX-TUCANO, AGORA FICHA SUJA, É  BARRADO PELO TSE
G1
Com registro barrado, Arruda decide renunciar à candidatura ao GDF
Ele teve candidatura indeferida pelo TSE com base na Lei da Ficha Limpa.
Jofran Frejat deve substituí-lo, tendo a mulher do ex-governador como vice

11/09/14 2ª Ed - Se Jornal Nacional manipula até notícia de pesquisa Datafolha, imagina....

RodapéNews - 2ª Edição - 11 de setembro de 2014 (clique aqui ou veja nos links abaixo)

ELEIÇÕES 2014

JORNAL NACIONAL MANIPULA ATÉ NOTÍCIA DE PESQUISA DATAFOLHA. IMAGINA EM OUTRAS SITUAÇÕES
Viomundo
Jornal Nacional não admite queda de Marina e subida de Dilma na pesquisa do Datafolha - por Conceição Lemes
Curiosamente, o JN não diz em nenhum momento da matéria (durou 4m46s) que Dilma subiu e Marina caiu. Imaginem o estardalhaço se fosse o inverso.
De cara, o JN anunciou o empate entre as candidatas.
O JN utilizou o “subiu” apenas em relação à situação anterior de Marina:
Marina Silva, do PSB, tinha 21%. O índice subiu para 34%, se manteve 34%. Agora, Marina está com 33%. Com a margem de erro, tem de 31% a 35%.
Já o “caiu” o JN utilizou apenas para o Aécio:
Aécio Neves, do PSDB, tinha 20%. Depois, o índice caiu para 15%. Passou para 14%.
Parece piada. Mas não é. É a manipulação de sempre do jornalismo global

G1 / Jornal Nacional
Dilma tem 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%, diz pesquisa Datafolha
Em simulação de 2º turno, Dilma e Marina estão empatadas tecnicamente.
Instituto ouviu 10.568 eleitores nos dias 8 e 9 de setembro

TAXA DE REJEIÇÃO A MARINA SILVA CRESCE
Folha - 11/09/2014
Análise: Reprovação a Marina cresce e atinge índice mais alto até hoje - por Mauro Paulino e Alessandro Janoni, ambos diretores do DataFolha
A continuidade do crescimento da taxa de rejeição de Marina –que oscilou de 15% para 18% desde o fim de agosto– é um deles. Marina conhece o índice mais alto de reprovação até agora, semelhante ao que obtinha no final do primeiro turno de 2010, quando não sofreu questionamentos comparáveis aos atuais.
Apesar de também apresentar variações dentro da margem de erro em relação à semana passada, a vantagem de Marina para Dilma caiu de 10 para 4 pontos em 12 dias.
O tom dos ataques a Marina parece atingir, nesse primeiro round, segmentos do eleitorado com renda superior a 5 salários mínimos

HERDEIRA E ACIONISTA DO BANCO ITAÚ É A PRINCIPAL ASSESSORA DE MARINA
Estadão - 11/09/2014
Itaú nunca bancou Marina, afirma Neca Setubal
Nesta entrevista, acionista do banco reage a Dilma e afirma que PT ‘baixa nível da campanha’

SENADOR ALOYSIO NUNES ATACA MARINA E DEFENDE GOVERNO FLEURY (1991-1994), "POLEMIZADO" PELA PROPAGANDA DE ALCKMIN
Estadão - 11/09/2014
Marina faz uso de "esperteza", afirma Aloysio

ALFREDO BOSI APOIA DILMA
CA
Alfredo Bosi, professor, crítico e historiador de literatura brasileira, tem 11 razões para apoiar Dilma
  1. Porque Dilma já destinou 75% dos recursos do pré-sal para a Educação
  2. Porque Dilma já destinou 25% dos recursos do pré-sal para a Saúde
  3. Porque Dilma está desativando o programa de construção de usinas nucleares
  4. Porque Dilma cuidou do setor energético para impedir um novo apagão
  5. Porque , apesar das dificuldades econômicas, Dilma  aumentou o número de empregos formais e está evitando os males do desemprego
  6. Porque Dilma criou o programa Mais Médicos, que já está atendendo cerca de 50 milhões de cidadãos, a maioria de baixa renda
  7. Porque Dilma apoiou grandes programas de acesso de milhões de jovens aos cursos superiores
  8. Porque Dilma manteve o programa Bolsa Família e criou o projeto Minha Casa Minha Vida
  9. Porque a política internacional do seu governo é corajosa, independente, amiga da paz e aberta aos países em desenvolvimento e aos subdesenvolvidos.
  10. Porque a sua personalidade é firme, coerente e equilibrada, como se espera de uma presidente da República
  11. Porque Dilma respeita a liberdade de imprensa

GERALDO ALCKMIN (PSDB-SP), GOVERNADOR DE SÃO PAULO, EM FOCO

METRÔ-SP FAZ PROPAGANDA ILEGAL
Estadão - 11/09/2014
Metrô faz propaganda em período de campanha
Trens da estatal do governo Alckmin circulam com adesivos promocionais que há quatro anos foram considerados ilegais pela Justiça Eleitoral

CRISE DE ÁGUA EM SP
[Alckmin não tá nem aí. Para ele e a Sabesp, esta crise é obra de ficção, não existe (clique aqui)]

QUEIXAS SOBRE FALTA DE ÁGUA SE MULTIPLICAM NA ANA E NO RECLAME AQUI
Estadão
Queixa de falta d’água em SP bate recorde em julho
Foram 75 reclamações feitas à Agência Nacional de Águas (ANA) por cortes de abastecimento da Sabesp na capital, índice mais alto desde 2013

Reclame Aqui / Sabesp
2090 reclamações não atendidas

ESCOLA DE ARTUR ALVIM, BAIRRO DA ZONA LESTE DE SÃO PAULO, SUSPENDE AULAS POR CAUSA DA FALTA D'ÁGUA
Folha - 11/09;2014
Sem água, escola na zona leste de SP suspende aulas
Os 1.200 estudantes da escola Isaac Newton, no bairro de Artur Alvim, zona leste de São Paulo, ficaram sem aula nesta quarta (10) por falta de água.
Os quatro reservatórios do colégio particular, que armazenam até 60 mil litros de água, estavam quase vazios no dia anterior, segundo o diretor Washington Alves.
"Os reservatórios enchem com água da rua, mas não fazíamos ideia de que estavam tão baixos. Se tivéssemos aberto, os alunos não teriam como dar descarga no banheiro", afirma.
Alves conta que mora na mesma rua da escola e que ali a água é cortada diariamente desde março. "Na minha casa, o abastecimento para por volta das 22h e demora a voltar pela manhã. Escovo os dentes com água mineral", diz.
Em nota, a Sabesp diz que uma equipe foi ao local e "verificou que o fornecimento de água na rede está normal", mas que havia uma "obstrução no cavalete que abastece o reservatório da escola".
A empresa afirmou que ia substituir o cavalete ainda ontem (10) para normalizar o abastecimento.
A Sabesp diz não ter "registro algum de reclamação de falta de água nas imediações da escola"

RISCO DE COLAPSO, QUE ATINGIU O SISTEMA CANTAREIRA, RONDA O ALTO TIETÊ
Folha - 11/09/2014
Cantareira está abaixo de 10% e continua caindo
Sistema Cantareira chega a 9,8% da sua capacidade, a pior marca após começar a receber o 'volume morto', em maio
O risco de colapso agora ronda também o sistema Alto Tietê, que, após seis meses socorrendo o Cantareira, tinha ontem (10) apenas 14,4% da água que é capaz de guardar

FALTA DE PLANEJAMENTO DO GOVERNO ALCKMIN, UM DOS MOTIVOS DA CRISE HÍDRICA
SPTV - 1ª Edição - 10/09/2014
Desmatamento provoca problemas às represas do Sistema Cantareira

FRAUDES MILIONÁRIAS NA SECRETARIA DA FAZENDA DE SP SOB COMANDO DO GOVERNO ALCKMIN

"AÇÃO ENTRE AMIGOS" - CORREGEDORIA DA FAZENDA FOI OMISSA E ARQUIVOU APURAÇÃO ANTERIOR
Bom Dia, SP - 11/09/2014
Governo afasta três delegados tributários da Grande SP

APAGÃO NA SEGURANÇA PÚBLICA

GOVERNO ALCKMIN TENTA REVERTER NOTÍCIAS NEGATIVAS REFERENTES À POLÍCIA MILITAR
Estadão - 11/09/2014
PM cria ‘notícias positivas’ e dá treinamento de mídia para 160 oficiais
Corporação tenta melhorar a imagem, atingida por casos de tortura, assassinatos e episódios de violência na repressão às manifestações realizadas nas ruas da capital paulista

OUTRAS NOTÍCIAS NACIONAIS

DIREITOS HUMANOS
Estadão 
Corte manda reabrir caso Rubens Paiva
Tribunal Federal reconhece que houve crimes contra a humanidade durante a ditadura; defesa vai recorrer respaldada na Lei da Anistia

PLEBISCITO POPULAR PELA CONSTITUINTE E REFORMA POLÍTICA
Escrevinhador
1,7 milhão votaram por Constituinte pela internet. Ainda faltam as urnas

LEMBRANDO: FÉ DEVE SER DESVINCULADA DA POLÍTICA [Atendendo pedido de diversos internautas] 

BANCADA EVANGÉLICA É A MAIS AUSENTE, INEXPRESSIVA E PROCESSADA
GGN - 05/06/2012
O perfil da bancada religiosa no Congresso
Dados do Transparência Brasil indicam que:
  • Da bancada evangélica, todos os deputados que a compõe respondem processos judiciais;
  • 95% da referida bancada estão entre os mais faltosos;
  • 87% da referida bancada estão entre os mais inexpressivos do DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar)
  • Na última década não houve um só projeto de expressão, ou capaz de mudar a realidade do país, encabeçado por um parlamentar evangélico,

Gospel Notícias - 06/06/2012
Jornalista afirma que bancada evangélica é a “mais ausente, inexpressiva e processada” do Congresso Nacional
Comentando dados divulgados pelo portal Transparência Brasil sobre a bancada evangélica no Congresso Nacional, o jornalista Joel Bento Carvalho criticou a conduta dos parlamentares religiosos: “Bancada evangélica: a mais ausente, inexpressiva e processada”
Segundo Carvalho, “fica difícil defender a chamada bancada dita Religiosa ou Evangélica”, com a divulgação dos dados, segundo os quais, os parlamentares da Frente Parlamentar Evangélica constam dos mais faltosos e processados do Congresso Nacional.
O jornalista afirma que muitos dos parlamentares parecem usar o cargo público apenas para promoção pessoal: “Pelo que se vê a locupletação é ampla, geral e irrestrita. Parecem ter percebido outro veio fácil de enriquecer além da religião. Aliás, não tem nada de evangélica . Evangelizar é o ato de levar o evangelho às ovelhas”.
Referindo-se às igrejas protestantes tradicionais como exemplo, o jornalista questiona o motivo de igrejas apoiarem candidatos: “Por que essas que são igrejas seculares não entram na política? Por que só alguns Padres, alguns militantes da Opus Dei e os pastores das igrejas não alinhadas entram para a política?”, questiona.
Joel Bento Carvalho afirma ainda que não se deve vincular fé com política: “Qualquer um pode se candidatar a cargos eletivos, mas sem usar a religião. Um religioso verdadeiro mantém distância da política: ‘Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus’. Se não for isso, é falcatrua usando a Religião ou será Deus um pulha também?”.
Confira abaixo a íntegra do artigo do jornalista Joel Bento de Carvalho, para o portal Luis Nassif:
Joel Bento Carvalho afirma ainda que não se deve vincular fé com política: “Qualquer um pode se candidatar a cargos eletivos, mas sem usar a religião. Um religioso verdadeiro mantém distância da política: ‘Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus’. Se não for isso, é falcatrua usando a Religião ou será Deus um pulha também?”

OUTRAS NOTÍCIAS DE SÃO PAULO

CONSTRUÇÃO DE CICLOVIAS NA CIDADE DE SÃO PAULO

URBANISTA DIZ QUE  PROPOSTA DE HADDAD DEVERIA SER DEBATIDA COM A POPULAÇÃO ANTES DE SER IMPLEMENTADA
Folha
'Ciclovia é caminho sem volta', diz Haddad
Vias, que ainda serão multiplicadas por dez, recebem elogios de especialistas e críticas de taxistas e motociclistas

Blog da Raquel Rolnik
Ciclovias em São Paulo: diálogo não é perda de tempo…
Afinal de contas, o espaço público da rua é finito, e para implementar uma ciclovia – ou um corredor ou faixa exclusiva de ônibus – é necessário tirar espaço de circulação ou de estacionamento de carros, o que deixa muita gente insatisfeita, como temos visto a imprensa noticiar. É o mesmo filme a que assistimos quando a prefeitura começou a implementar as faixas exclusivas de ônibus no ano passado.
Mas porque finalmente estamos mudando a política de mobilidade da cidade, não significa que as intervenções propostas pela prefeitura não devam ser debatidas com os cidadãos antes de serem implementadas. Algumas reclamações, portanto, fazem sentido. Uma das principais queixas de moradores da Santa Cecília, por exemplo, é que a ciclovia foi implementada da noite pro dia, sem comunicação prévia, nem discussão com os moradores e comerciantes locais.
Nesta – como em outras iniciativas – faltou promover canais de comunicação e diálogo nos bairros, apresentar a proposta, receber sugestões, enfim, promover a participação da população. A prefeitura tem pressa – porque os cidadãos também têm – em querer ver seus projetos implementados, mas é fundamental reconhecer que tais projetos só têm a ganhar quando amadurecem em diálogo com os moradores da cidade….

CICLOVIA DA PAULISTA AMEAÇADA DE "FICAR NO PAPEL"
Estadão
PSDB quer vetar ciclovia de Haddad na Paulista
Órgão estadual de patrimônio diz que obra precisa de seu aval; vereador e senador criticaram os planos do governo petista para a avenida paulistana

OBRA DE AMPLIAÇÃO DE CORREDORES DE ÔNIBUS NA RADIAL LESTE NA CIDADE DE SÃO PAULO
Estadão
Obra de BRT na Radial Leste vai durar 2 anos
Intervenção começa no próximo mês e deve terminar em 2016; projeto vai ter pista de ultrapassagem e tarifação na plataforma

ESTE COMPORTAMENTO DE SERVIDORA É MOTIVO PARA SUA DEMISSÃO?
Estadão
Servidora é demitida por indicar invasão
Ela teria fornecido atestado de pobreza da Prefeitura de São Paulo para famílias serem encaminhadas ao antigo Cine Marrocos, ocupado pelo MSTS

NEGOCIAÇÃO NA JUSTIÇA ENTRE SERVIDORES DAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS E REITORES

EM VEZ DE FAZER GOL, REITOR DA USP LEVA BOLA PARA O VESTIÁRIO, AFIRMA MAGISTRADO
Estadão
Apenas USP adia decisão sobre abono de grevistas
Unesp e Unicamp aceitam 28,6%; decisão fica para terça-feira e TRT convoca reitor

INTERNACIONAL

ATENTADO DE 11 DE SETEMBRO DE 2001
DW
Socorristas do 11 de Setembro sentem-se esquecidos
Passados 13 anos dos atentados, integrantes das equipes de resgate ainda lutam para receber assistência. Após serem atingidos por escombros ou respirarem gases tóxicos, muitos convivem com graves sequelas

"ESTADO ISLÂMICO" EM FOCO
Le Monde Diplomatique Brasil
O que a explosão do Iraque prenuncia - por Peter Harling
A ofensiva do Estado Islâmico no Iraque e no Levante (EIIL) surpreende só aqueles que se desinteressaram pela evolução do país após a retirada das tropas norte-americanas. A incompetência do poder central e sua política favorável aos xiitas criaram as condições para uma insurreição sunita

BBC
Como diferentes países respondem à ameaça do Estado Islâmico
A ascensão relâmpago do Estado Islâmico (EI), o grupo jihadista que conquistou grandes partes da Síria e do Iraque, teve impacto não só em toda a região como também além dela, levando aliados e rivais a ter que decidir como lidar com a ameaça

DW
Obama: "Degradar e destruir o EI"
"Não irei hesitar em atacar o 'Estado Islâmico' na Síria". Presidente americano promete atacar jihadistas "onde quer que estejam", mas garante que os EUA não vão enviar tropas terrestres, apenas a Força Aérea

ESPORTES

RACISMO NO FUTEBOL

PARA PELÉ, JOGADOR NEGRO TEM QUE SE CALAR DIANTE DE PRÁTICAS RACISTAS?
Estadão
Pelé não aprova atitude de Aranha

Blog do Juca
Mil vezes não, Pelé!
Pelé disse hoje que o goleiro Aranha “se precipitou” ao brigar com quem o chamou de macaco.
Disse que cansou de ser tratado assim e jamais reclamou.
Pois é. Se tivesse reclamado, talvez Aranha não fosse maltratado

R7
Pelé faz o inacreditável. Não só não apoia Aranha, como o critica 
O goleiro deveria ter fingido não ouvir os gritos de ‘macaco’. Para ele, o jogador negro tem de se calar diante do racismo…

ESPN
Pelé pede combate ao racismo, mas diz que 'Aranha se precipitou em querer brigar'

BRASILEIRÃO

MELHORES MOMENTOS DOS JOGOS DESTA 4ª
Clique neste link e escolha a partida de seu interesse

AVISA LÁ
Estadão
São Paulo manda recado ao Cruzeiro

CRITICADO PELO SEU TRABALHO, MANO MENEZES USA DESCULPA ESFARRAPADA
GE
Mano volta a citar dificuldades de Tite para valorizar seu trabalho
Muito criticado pela péssima campanha do Corinthians no Campeonato Paulista, Mano Menezes usou com frequência o semestre ruim anterior do time, sob comando de Tite. A estratégia parecia ter ficado para trás, mas voltou a ser recentemente adotada pelo técnico, questionado pelo futebol alvinegro.
Irritado com o estigma de retranqueiro, apesar dos genuínos esforços recentes para deixar a equipe mais ofensiva, o gaúcho apontou o fraco desempenho do ataque no Campeonato Brasileiro do ano passado. Foram só 27 gols marcados – em um turno, a formação atual balançou a rede 24 vezes